...

Campina Grande - PB

Vice-governadora da PB participa das comemorações do Dia da Consciência Negra 

23/11/2016

A vice-governadora Lígia Feliciano participa em Brasília das comemorações do Dia da Consciência Negra, celebrado anualmente em 20 de novembro.

A programação foi iniciada na terça-feira (22), e segue até o dia 30 deste mês com ações voltadas para a valorização e divulgação da cultura negra.

“A consciência de que todos somos iguais é importantíssima, além do respeito que devemos ter com o negro pelo papel fundamental na construção do nosso país e na mistura que forma a nação brasileira. No coração da nação não deve existir preconceito. Vamos lutar para que haja uma mudança na cultura do preconceito racial”, destacou Lígia.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Na abertura das festividades, no espaço Mário Covas, localizado na Câmara dos Deputados, foi realizado ato de abertura do painel de fotos em homenagem aos parlamentares negros da Casa, além da apresentação de número musical com Tambor de Crioulo Lua Nova e oficina de turbantes com as professoras Simone Cabral e Adelina Benedita, onde as pessoas puderam aprender a usar o adereço, utilizando lenços, echarpes ou outros tipos de pano para fazer os acessórios.

O deputado Federal Damião Feliciano, idealizador da homenagem, afirmou que muito foram os avanços e conquistas para os negros no Brasil.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

“Muita coisa evoluiu em relação à negritude. Graças a políticas de ascensão social e afirmação racial, triplicou o número de negros na universidade”, reforçou.

Ainda durante o evento houve homenagem (in memoriam) a João Silva Carvalho Filho, conhecido por João Balula, um homem que lutou pelo direito dos negros na Paraíba.

Balula era militante do movimento artístico e cultural paraibano. Atuou no teatro, na música e na dança, exaltando a cultura negra.

Conhecido por sua luta contra o racismo e o preconceito, João Balula naturalmente se tornou um líder do movimento negro paraibano.

“Suas ideias libertárias eram a base da sua existência. Pouco importava estar diante de um juiz ou de um morador de rua, Balula comportava-se exatamente da mesma forma e tratava todo mundo com o mais profundo respeito”, elogiou Damião.

Para esta quarta-feira (23), está programada a apresentação da cantora Martinha do Coco com xaxado, forró, maracatu e coco, entre outras atividades.

No próximo dia 29, às 9h, será realizada uma sessão solene em homenagem ao dia da Consciência Negra.

FONTE: Da Redação com Secom/PB

Veja também

Comentários