...

Campina Grande - PB

Vereador abandona bancada de oposição na Câmara de João Pessoa

03/01/2017 às 18:22

Fonte: Da Redação com Ascom

O vereador Lucas de Brito (PSL) foi empossado para o segundo mandato, neste último domingo (1º), disposto a assumir uma postura ainda mais conciliadora na Câmara Municipal de João Pessoa.

O parlamentar, que se manteve na oposição durante os quatro anos da legislatura anterior (2013-2016), decidiu utilizar a experiência legislativa acumulada neste período para contribuir nas relações entre o governo municipal e os diversos setores da sociedade.

Aos eleitores e à sociedade pessoense, Lucas explicou sua decisão.

“Na época em que assumi o primeiro mandato, em 2013, senti que poderia ser mais útil para a cidade na bancada de oposição. Na época, eram 24 parlamentares na base do governo, mas hoje a realidade mudou. A oposição está consolidada, com nomes robustos, e a cidade não corre o risco de ficar sem esta bancada”.

Foto: Ascom

O parlamentar, que foi eleito vice-presidente da Casa Napoleão Laureano com a quase unanimidade dos votos, lembrou que sempre exerceu uma oposição responsável e construtiva, baseada no desejo de propor o melhor para a cidade de João Pessoa.

“Fui oposição independente e agora vou tentar, com uma melhor articulação junto ao governo, fazer um mandato com mais realizações, deixando a bancada de oposição, mas não a independência que sempre norteou minha atuação”.

Lucas, que lidera o PSL na Capital paraibana, destacou ainda que houve algumas sinalizações do prefeito Luciano Cartaxo que o permitiram fazer essa aproximação.

“Apesar dos quatro anos de oposição, ele estendeu as mãos para assimilar as críticas e construir uma cidade melhor. Vamos aproveitar essa oportunidade para contribuir ainda mais para o desenvolvimento de nossa cidade”.

Sobre a nomeação de seu irmão, Rodrigo Clemente, para a o cargo de procurador-adjunto da Prefeitura de João Pessoa, Lucas lembrou que este foi um convite técnico.

“Rodrigo tem luz própria. É um consultor legislativo concursado da Assembleia. Foi aprovado para analista judiciário do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), cargo de que desistiu pelo impedimento que teria para fazer política e exercer a advocacia, duas de suas paixões. Ele possui notório saber jurídico, e esse gesto do Prefeito mostra o desejo de absorver nossas propostas”.

Rodrigo é advogado e mestrando em Direitos Humanos pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Em 2014, ficou na terceira suplência para o cargo de deputado estadual, tendo recebido 10.561 votos.

Veja também

Comentários