...

Campina Grande - PB

TSE: 711 urnas foram substituídas e 48 eleitores presos até as 16h

30/10/2016

O total de ocorrências de práticas irregulares nas eleições deste domingo em todo o país chegou a 260 até as 15h47, segundo o quinto boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Todos os registros são relacionados a eleitores.

Mais cedo, o tribunal havia divulgado que duas ocorrências de boca de urna envolviam candidatos do Ceará, mas ficou esclarecido que os dois não cometeram a irregularidade.

Rio de Janeiro - Eleitores fazem fila para entrar na Escola Municipal Avertano Rocha, em Jacarepaguá, zona oeste da capital fluminense, em dia de votação do segundo turno (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Em um dos casos, o candidato a vice-prefeito de Fortaleza Gaudêncio Lucena (PMDB), da chapa de Capitão Wagner (PR), estava se dirigindo para votar quando um grupo de eleitores o cercou manifestando apoio em frente à seção.

No outro registro, eleitores que moram próximo a uma das seções se manifestaram com bandeiras em apoio a Roberto Cláudio (PDT), que também disputa a prefeitura da capital cearense.

O Ceará lidera dos registros de ocorrência do TSE, com 185 casos, entre eles uma prisão de eleitor. O estado com maior número de eleitores presos até agora é o Rio Grande do Sul, com 20 detidos, todos por boca de urna ou divulgação de propaganda.

O total de eleitores presos em todo o país era de 48 até a divulgação, a maioria por boca de urna (40).

Urnas

Nas 57 cidades com segundo turno em todo o país, das 90.532 urnas distribuídas, 711 foram substituídas, ou seja, 0,771% do total. Apesar de problemas em alguns equipamentos, em nenhum local a votação precisou ser manual até as 15h47 de hoje.

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de substituições (212), seguido por São Paulo (118), Ceará (103) e Minas Gerais (60).

O segundo turno das eleições municipais ocorre neste domingo em municípios de 20 estados do país. Mais de 32 milhões de eleitores voltam às urnas escolha de prefeitos e vice-prefeitos. A votação termina às 17h, no horário local.

Por causa do horário de verão, nos municípios de Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia o pleito termina às 19h,  considerando o horário de Brasília.

FONTE: Agência Brasil

Veja também

Comentários