...

Campina Grande - PB

TJ mantém prisão de acusada de atropelar duas mulheres em Cabedelo

29/11/2016

Em sessão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, realizada na manhã desta terça-feira (29), foi negado o provimento ao recurso em benefício de Paloma Dantas Santana, acusada de homicídio culposo ao atropelar duas mulheres em Cabedelo.

O caso aconteceu em 2 de janeiro de 2009, por volta das 19h30, quando Paloma Dantas trafegava em seu carro no sentido João Pessoa – Cabedelo, e bateu na bicicleta onde Ana Paula Silva Santos e Caroline Florêncio da Paz Nascimento se encontravam. As duas mulheres atravessavam a avenida quando foram atingidas.

De acordo com a acusada, a culpa do acidente foi exclusiva das vítimas, por calcularem mal a distância da travessia.

Explicou ainda que não tinha condições de trafegar a 60 km/h (velocidade permitida da via) por estar escuro, impossibilitando a motorista de ver a placa de sinalização.

O juiz José Guedes Cavalcanti Neto, convocado para substituir o desembargador Luiz Sílvio Ramalho Junior, é o relator do processo nº 0003172-48.2010.815.0731.

O magistrado entendeu que a acusada agiu de forma imprudente ao trafegar acima da velocidade permitida dentro do perímetro urbano e em condições de pouca luminosidade.

Segundo uma testemunha, Paloma Dantas estava trafegando a aproximadamente 100 km/h, e teve muita dificuldade para frear, o que comprova a alta velocidade. Por causa disso, foi mantida a pena da acusada, que cumprirá dois anos e quatro meses de detenção.

FONTE: Da Redação com Ascom

Veja também

Comentários