...

Campina Grande - PB

Suspeitos do assassinato de Vivianny são presos do Rio de Janeiro

22/11/2016

A Polícia Civil da Paraíba, juntamente com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, prendeu na manhã desta segunda-feira (21) Jobson Barbosa da Silva Júnior e Fagner das Chagas Silva. Ambos são suspeitos do assassinato da vendedora Vivianny Chrisley, no mês de outubro.

Os dois foram localizados no morro do Acari, no Rio de Janeiro, em cumprimento a mandados de prisão expedidos pelo Judiciário, em decorrência de investigações realizadas pela Polícia paraibana.

De acordo com as primeiras informações repassadas pelo delegado de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) de João Pessoa, Reinaldo Nóbrega, os presos teriam fugido para o Rio de Janeiro em um ônibus, no último dia 26 de outubro.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

“Estamos no Rio de Janeiro e participamos do cumprimento dos mandados junto com os policiais daquele Estado. O intuito é agilizar para que as providências legais sejam tomadas referentes ao recambiamento da dupla para a cidade de João Pessoa. A chegada deve ocorrer nos próximos dias. Até o momento, eles confessaram o assassinato de Viviany, mas ainda temos que ouvi-los em depoimento para conseguirmos os detalhes do que ocorreu no dia do crime”, disse a autoridade policial.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Entenda o caso – A jovem desapareceu no dia 21 de outubro, depois que saiu de uma casa de shows, na zona sul de João Pessoa.

No dia 11 de novembro, o estoquista Alex Aurélio Tomas dos Santos, 22, foi apresentado pela Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital como um dos suspeitos e os nomes de Jobson e Fábio foram divulgados como participantes do crime de homicídio, que se confirmou após exame de DNA realizado no corpo que foi encontrado no dia 7 de novembro, na divisa entre os municípios de Bayeux e Santa Rita.

FONTE: Da Redação com Secom/PB

Veja também

Comentários