...

Campina Grande - PB

Sobrinho é o principal suspeito de ter esquartejado família paraibana na Espanha

05/10/2016 às 15:33

Fonte: Da Redação

Nessa terça-feira, 04, a polícia espanhola emitiu um mandado de prisão europeia e internacional contra o sobrinho do paraibano Marcos Campos Nogueira, que foi esquartejado junto com a esposa, Janaína Santos Diniz, e os dois filhos na cidade de Pioz, a 60 km de Madri, na Espanha.

Segundo informações, o sobrinho, identificado como François Patrick Gouveia, 20 anos, é o principal suspeito de ter cometido o crime bárbaro.

François havia morado com Marcos e a família por quatro meses, onde tentava a carreira de jogador de futebol na Espanha.

O ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz, confirmou à imprensa que o suposto autor do crime é um parente.

“(Era) um sobrinho do pai da família, que irá completar 20 anos no próximo mês de novembro”, disse aos jornalistas.

Ainda conforme informações, a família de Janaína acredita que o sobrinho de Marcos tenha executado os quatro, pois relataram que a própria Janaína, em mensagens trocadas com parentes, relatava que tinha medo do rapaz.

Foto: Reprodução/ G1

Foto: Reprodução/ G1

O advogado que representa a família de Marcos, Eduardo Araújo, afirmou que François nega a autoria do crime.

De acordo com a imprensa espanhola, François deixou a Espanha com destino ao Brasil no dia 22 de agosto, mas, segundo o advogado da família, o rapaz não veio foragido e sim por temer retaliações contra a própria vida.

O advogado ainda comentou que não recebeu o decreto oficial do pedido de prisão de François Patrick.

O jovem se encontra em João Pessoa e já prestou depoimento, de forma espontânea, na Superintendência da Polícia Federal da Paraíba na última sexta-feira, 30, onde cedeu amostras de sangue para comparar com o suposto material genético encontrado no local da chacina da família.

Quando tinha 16 anos, François Patrick foi apreendido por ter esfaqueado um professor dentro da sala de aula no estado do Pará. Ele cumpriu 45 dias de medida socioeducativa.

Entenda o caso: 

A polícia espanhola encontrou os corpos de Marcos Nogueira, sua esposa Janaína Santos, e os dois filhos de um e quatro anos, esquartejados dentro de sacos plásticos lacrados com fita adesiva na casa onde moravam em Pioz, a 60 km de Madri, na Espanha, após um vizinho relatar um mau cheiro vindo do local.

Conforme informações da perícia, os corpos jaziam no local há cerca de um mês e não havia sinais de arrombamento na residência, o que descartou latrocínio ou alguma outra ação desse tipo.

Jesús García, tenente-coronel e investigador da Guarda Civil, acredita na hipótese de que o autor do crime pretendia se livrar dos corpos, pela forma que foram encontrados, mas que a pessoa que cometeu o homicídio deve ter tido algum impasse e deixou os corpos lá.

“Dá a impressão de que algo foi abortado em um determinado momento, porque não é lógico que os cadáveres ficassem ali, dentro de casa”, disse.

Com informações do G1 PB.

 

Veja também

Comentários