...

Campina Grande - PB

Secretário critica Aesa: “Vamos trabalhar por Campina falando pouco e fazendo mais”

17/11/2016

O secretário de Obras da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), André Agra, criticou na manhã desta quinta-feira (17) o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), João Fernandes, sobre suas declarações em relação à perfuração de poços na cidade.

Segundo Fernandes, a perfuração indiscriminada de poços é preocupante porque a qualidade da água precisa ser constantemente monitorada, além de que é necessário um estudo prévio para saber se o poço terá vazão razoável.

Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraibaonline

Sobre essa questão, Agra esclareceu que, a princípio, os poços não são para consumo humano, mas para complementar o abastecimento d’água.

O secretário afirmou que estudos também estão sendo feitos para constatar a qualidade dos poços, pois, a partir de agora, a PMCG pretende ampliar o número de perfurações.

– A Aesa, junto com a Cagepa, deveria fazer uma parceria com a gente (PMCG) para fazer mais poços na cidade, nos auxiliando através de estudos. Vamos trabalhar por Campina falando pouco e fazendo mais – declarou o secretário.

Agra também revelou que nunca recebeu uma ligação do presidente da Aesa para falar sobre a crise hídrica da cidade. Para ele, essa questão tem um fundo político.

– Parem de fazer política em prol da crise hídrica de Campina, a gente faz um apelo até emocional. Parem de falar e trabalhem mais – finalizou.

*As declarações foram repercutidas na rádio Correio FM. 

 

FONTE: Da Redação*

Veja também

Comentários