...

Campina Grande - PB

Quadrilha é presa e mais de 50 mil peças de carros roubados são apreendidas, em JP

29/11/2016

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de uma ação realizada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFVC), prendeu, no começo da manhã desta terça-feira (29), três pessoas em flagrante e apreendeu diversas peças de carros roubados que estavam em um depósito que servia para desmanche de veículos, na região de Mata Redonda.

De acordo com o delegado Getúlio Machado, a operação começou logo após a investigação de um carro roubado em João Pessoa. A partir disso, a Polícia conseguiu chegar a dois suspeitos.

“Quando iniciamos o levantamento de informações, chegamos aos nomes de Ítalo Pinheiro Rocha e Luiz Araújo da Silva. Eles foram presos em flagrante com uma caminhoneta roubada. A partir disso, compreendemos que se tratava de um esquema criminoso, em que a dupla roubava os carros e repassava para uma terceira pessoa: Edilson Balbino Alves, que tinha uma loja de peças usadas que funcionava no Distrito dos Mecânicos, aqui em João Pessoa. Ainda descobrimos que cada carro era roubado pelo valor de R$ 1 mil, que Edilson pagava a Ítalo e a Luiz”, disse a autoridade policial.

Segundo o delegado Nélio Carneiro, a segunda parte da operação foi realizada no município de Alhandra, mais especificamente no distrito de Mata Redonda.

“Lá funcionava um galpão com isolamento acústico que servia para receber os carros e acontecer a realização dos desmanches sem levantar suspeitas da vizinhança. O espaço era de propriedade do Edilson. Todos os carros roubados eram levados para lá e as peças que não tinham numeração eram encaminhadas para a loja dele no Distrito dos Mecânicos e as que tinham ficavam lá nesse depósito de Mata Redonda. No Distrito dos Mecânicos encontramos mais de 50 mil peças de carros roubados”, explicou.

Os suspeitos devem responder pelos crimes de roubo de carros e associação criminosa. Depois de realizados os procedimentos na delegacia, inclusive com o depoimento, os três presos serão encaminhados para a audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

 

FONTE: Da Redação com Secom/PB

Veja também

Comentários