...

Campina Grande - PB

Projeto Cambada apresenta em João Pessoa show ‘Daqui (com sotaque) de lá’

30/11/2016

Ela é espanhola, mas já se considera paraibana. Com essa convicção, a cantora Marta Sanchís montou o show ‘Daqui (com sotaque) de lá’, que será apresentado neste sábado (3), às 21h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa.

Nele, a artista se apresenta ao lado de músicos paraibanos e interpreta músicas de compositores da terra.

A atração está inserida no projeto Cambada, promovido mensalmente pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba.

Os ingressos custam R$ 10 (integral) e R$ 5 (meia-entrada).

‘Daqui (com sotaque) de lá’ foi apresentado pela primeira vez na Sala Radegundis Feitosa (UFPB) como um recital de conclusão do curso de Música da UFPB, habilitação em canto popular. No show, Marta Sanchís divide o palco com Emanuel Badu (violão e guitarra), Ítalo Marinho (sopros, teclado, vocais), Cassicobra (percussão), Everton Gugui (baixo e contrabaixo acústico).

Há, ainda participações de Milton Dornelas, Erick de Almeida e do grupo vocal Cruviana, formado por Soraya Longo, Maria Kamila Justino e Thiago Almeida.

O recital conta com músicas de compositores como Milton Dornellas, Naldinho Braga, Nara Limeira, Erick de Almeida, Totonho, Jonathas Pereira Falcão (Seu Pereira), Thiago Almeida, Paulo Ró, Pedro Osmar, Cátia de França e Totonho.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Marta Sanchís é graduada em piano no conservatório superior da Espanha, onde nasceu. Frequentou festivais de jazz e cresceu escutando um amplo leque de músicas, indo do jazz clássico de Chet Baker e Miles Davis, ao rock popular de David Bowie, Beatles, Jethro Tull, Prince e muitos outros.

Aqui, na Paraíba, tem participado em vários grupos de cultura popular, principalmente nas Tribos de Índio Carnavalescas, e em grupos de capoeira angola. Tem colaborado e gravado com diversos artistas locais como Emanuel Badu, Jonathas Falcão e Milton Dornellas.

Em 2015, criou o espetáculo “Tudo sobre Almodóvar, na pele de Marta” que contou com a participação de Nina Ferreira, Erick de Almeida e Cyran Costa, e foi apresentado em vários locais da cidade e na Espanha.

Sobre o ‘Daqui (com sotaque) de lá’, Marta conta que “o repertório é o resultado de uma pesquisa entre os músicos que cruzaram o meu caminho ao longo destes quase seis anos no Brasil”.

O projeto “Cambada” foi lançado em janeiro, com a ideia inicial de realizar uma temporada. Com o nome que faz referência ao coletivo de caranguejos, virou sucesso de público, e a frequência de shows passou a ser mensal.

A proposta consiste em realizar uma série de shows onde artistas da terra se apresentam com repertório construído com músicas de compositores paraibanos.

Além da qualidade das atrações, outro atrativo do projeto é o preço popular, uma forma de estimular o público a consumir e apreciar os artistas da terra.

Com a ação, a Funesc pretende oferecer um panorama da produção local à população, ampliando dessa forma o acesso às mais variadas vertentes da música, onde cada artista apresenta, além de seu repertório autoral, músicas de conterrâneos.

FONTE: Secom/PB

Veja também

Comentários