...

Campina Grande - PB

Procon-JP encontra alta variação no preço do chuchu e no quilo da bisteca suína

14/01/2017 às 10:15

Fonte: Secom/JP

A pesquisa é a ‘arma’ do consumidor para não pagar mais por um produto, alimento ou serviço. Para ajudá-los nessa missão, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) realiza e divulga com frequência pesquisas de preço realizadas em estabelecimentos da Capital. Essa semana, a equipe pesquisou nos supermercados os preços dos hortifrutigranjeiros e das carnes.

Em relação aos hortifrutigranjeiros, o chuchu apresentou a maior variação de preços, 507,14%, com preços entre R$ 0,98 e R$ 5,95, diferença de R$ 4,97.

Já a menor variação, 38,08%, foi encontrada no quilo da uva Isabel, com valores entre R$ 4,99 e R$ 6,89, uma diferença de R$ 1,90. A pesquisa, que traz os preços de 29 itens levantados em 12 supermercados, foi realizada entre os dias 10 e 11 de janeiro.

Outras grandes variações foram encontradas no quilo do tomate, 269,84%, com preços entre R$ 1,89 e R$ 6,99, diferença de R$ 5,10; goiaba, 213,46%, com preços entre R$ 3,79 e R$ 11,88, diferença de R$ 8,09; melão espanhol, 202,53%, com preços entre R$ 1,98 e R$ 5,99, diferença de R$ 4,01; macaxeira, 190,95%, com preços entre R$ 1,99 e R$ 5,79, diferença de R$ 3,80.

foto: Secom/JP

Média – A média dos preços dos hortifrutigranjeiros na pesquisa atual, R$ 117,17, registrou elevação de 4,6% em relação à média do levantamento de preços realizado pelo Procon-JP em novembro de 2016, que ficou em R$ 112,00, uma diferença de R$ 5,17.

O secretário do Procon-JP, Ricardo Holanda, ressaltou que a pesquisa é realizada em estabelecimentos de vários bairros, o que facilita para o consumidor realizar suas compras em mais de um lugar.

“Por isso vale a pena conferir nossas pesquisas. Às vezes, você passa em frente ao local onde é mais barato e pode ir adiantando algumas compras desses produtos”.

Preços das carnes 

A primeira pesquisa de preços para carne realizada em 2017 pelo Procon-JP encontrou uma diferença de R$ 24,99 para o quilo de filé bovino com cordão, com preços entre R$ 34,99 (Super Box Brasil – Geisel) e R$ 59,98 (Hiper Bompreço – Bessa), uma variação de 71,42%.

A maior variação do alimento, 101,92%, ficou com a bisteca suína, com preços entre R$ 9,90 (Pão e Açúcar – Epitácio Pessoa) e R$ 19,99 (Supermercado Manaíra – Manaíra), diferença de R$ 10,09. Já a menor variação, 9,09%, foi encontrada no quilo da carne de charque, com preços entre R$ 32,99 (Carrefour – Bessa) e R$ 35,99 (Extra – Epitácio Pessoa), diferença de R$ 3,00.

As maiores diferenças de preços ficaram com a picanha nacional, R$ 22,91, com preços entre R$ 27,00 (Mendonça – Funcionários II) e R$ 50,90 (Pão e Açúcar – Epitácio Pessoa); filé bovino sem cordão, R$ 19,02, com preços entre R$ 33,98 (Bemais – Bancários) e R$ 53,00 (Manaíra – Manaíra); e maminha, R$ 18,49, com preços entre R$ 21,00 (Mendonça – Funcionários II) e R$ 39,49 (Pão e Açúcar – Epitácio Pessoa).

A pesquisa foi realizada em 12 supermercados de João Pessoa e levantou preços de 35 tipos de carne. “São diferenças bem consideráveis para um mesmo produto e vale à pena comprar em mais de um lugar”, disse Ricardo Holanda.

Locais – As duas pesquisas foram realizadas nos seguintes supermercados: Mendonça (Funcionários II), Atacadão Atacadista (Água Fria), Santiago (Torre), Latorre (Torre), Carrefour (Bessa), Manaíra (Manaíra), Pão de Açúcar (Epitácio Pessoa), Varejão dos Preços (Rangel), Extra (Epitácio Pessoa), Hiper Bompreço (Bessa), Super Box Brasil (Geisel) e Bemais (Bancários).

Para consultar a pesquisa completa dos hortifrutigranjeiros acesse o link. http://bit.ly/2jLLAFY. Já a pesquisa da carne pode ser consultada no link. http://bit.ly/2jLNK8w.

Veja também

Comentários