...

Campina Grande - PB

Pesquisadora do Butantan diz que água do Boqueirão pode trazer riscos à saúde humana

30/11/2016

A pesquisadora Mônica Lopes, do Instituto Butantan, que está responsável por uma pesquisa encomendada pela Secretaria de Saúde de Campina Grande, falou na manhã desta quarta-feira (30) sobre os primeiros resultados obtidos em seus estudos.

Mônica explicou que está observando os efeitos das águas de alguns mananciais da Paraíba, incluindo o açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), na vida de peixes que têm genes que se assemelham muito à espécie humana.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Os primeiros resultados mostram que a água do Boqueirão que foi analisada está causando danos à saúde desses animais.

– Muitas das águas que testei, vindas de várias localidades daí (Paraíba), estão repletas de toxinas que acarretam morte e anomalias nos peixes. As consequências disso no ser humano ainda vão ser aprofundadas, mas já fica o alerta – declarou a pesquisadora.

Sobre a água do Boqueirão, a pesquisadora afirmou ter encontrado um “coquetel de toxinas” que, segundo ela, precisam ser estudadas para serem identificadas. Ela também testou a água do açude Saulo Maia, que teve resultados satisfatórios.

A relação das águas que foram testadas, conforme a pesquisadora, está em poder da Secretaria Municipal de Saúde.

Até o fechamento desta matéria, a Cagepa e a secretaria não se manifestaram sobre a pesquisa, que foi apresentada ontem durante sessão da Assembleia Legislativa que discutia a crise hídrica no Estado.

*As declarações foram repercutidas na rádio Correio FM.

FONTE: Da Redação*

Veja também

Comentários