...

Campina Grande - PB

Pedro sobre projeto anticorrupção: “O povo gostaria de celebrar políticos honestos”

01/12/2016

O deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) usou a tribuna na Câmara Federal, nesta quinta-feira (1º), para falar sobre a aprovação do projeto de lei com medidas contra a corrupção (PL 4850/16).

“Eu tenho certeza que o povo brasileiro gostaria de não precisar das 10 Medidas de Combate à Corrupção. Mais do que vibrar com um policial federal que coloca políticos desonestos na cadeia, o brasileiro gostaria de celebrar políticos honestos, que colocam seus filhos em boas escolas. Infelizmente não é o caso. Chegamos aonde chegamos, e conseguimos as 10 Medidas de Combate à Corrupção”, comentou.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

“Votei favorável ao endurecimento do regime, à ampliação das possibilidades desse combate à corrupção. Votei contra a emenda que trazia um regime de abuso de autoridade aos juízes e promotores que estão justamente enfrentando um status quo, uma cultura que precisa, urgentemente, se adequar aos novos tempos” expôs o parlamentar, prestando contas de seu voto à população.

Pedro destacou a necessidade de mudanças e disse que não restam dúvidas de que o Brasil vive um momento único na sua trajetória e que o povo brasileiro não vai desperdiçar a oportunidade desse acerto de contas.

“Falo em acerto de contas para evidenciar que, por trás desse extremo rigor da atuação do Ministério Público, da Polícia Federal, do juiz Sérgio Moro, por trás de tudo isso que o Brasil todo está acompanhando, existem causas na mais exata proporção a essa dura forma de combate à corrupção”

Por fim, o deputado afirmou que acredita num Brasil melhor depois dessa longa turbulência.

“Acredito no cumprimento das responsabilidades e das obrigações de cada um. Enquanto Parlamentar, cumprindo um papel importante exercido nesta Casa, fazendo ao máximo um esforço de reconhecimento perante a sociedade, para que haja a reconquista dessa confiança, vamos dar passos para avançar e conseguir trazer o Brasil para um patamar que ele merece”, disse.

FONTE: Da Redação com Ascom

Veja também

Comentários