...

Campina Grande - PB

Número de passageiros vindos à Paraíba pela Azul Viagens cresce em setembro

19/10/2016

Os processos de capacitações e treinamentos de agentes de viagem realizados pelo Governo da Paraíba, por meio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), junto à Azul Linhas Aéreas Brasileiras e a Azul Viagens já começaram a surtir efeitos positivos.

Dados informados pela assistente de Produtos da Azul Viagens, Lais Mendes, apontam que em setembro houve um crescimento de 152,8% no número de passageiros transportados para a Paraíba, em relação ao mesmo período do ano passado.

No ano, o aumento nas vendas para João Pessoa já estão 30% acima do registrado em 2015.

ruth-avelino

Foto: Reprodução/ Internet

A presidente da PBTur, Ruth Avelino (foto), comemora os números e destaca a importância e investimento que a Azul e Azul Viagens estão fazendo no mercado paraibano.

Segundo a executiva paraibana, a companhia aérea tem investido forte no mercado do Nordeste, inclusive, criando antigas rotas como a ponte-aérea entre João Pessoa e Recife com voos diários e em horários bastante atrativos, o que permite melhores opções de conexões tanto para que sai da Capital paraibana como para quem chega.

Em agosto, a presidente da PBTur intensificou o trabalho de divulgação e capacitação de agentes de viagens nas cidades de Campinas (SP) e Belo Horizonte (MG) para ampliar o volume de vendas do voo direto entre o aeroporto de Cofins, na Região Metropolitana de BH, e o Castro Pinto, na Grande João Pessoa.

Naquela oportunidade a presidente da PBTur, Ruth Avelino, esteve reunida com a assistente de Produtos da Azul Viagens, Lais Mendes, para traçar algumas ações.

Desde então, foi realizado um ‘famtour’ com agentes de viagens de Minas Gerais e uma capacitação com agentes de viagens de Campinas, no começo de outubro sobre as potencialidades do ‘Destino Paraíba’.

Além do encontro com a executiva da PBTur, Lais Mendes esteve em João Pessoa visitando alguns hotéis de João Pessoa e do Conde para conhecer melhor a infraestrutura e o tarifário dos empreendimentos hoteleiros.

FONTE: Secom/PB

Veja também

Comentários