...

Campina Grande - PB

Missa campal encerra festejos de Nossa Senhora da Penha em João Pessoa

27/11/2016
Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraíbaonline

Milhares de fiéis acompanharam na madrugada deste domingo (26), a procissão de Nossa Senhora da Penha, em João Pessoa. Uma Missa Campal celebrada pelo administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França encerrou os festejos religiosos iniciados na última quarta-feira (23), com a Recitação do Santo Terço e o hasteamento da Bandeira no Santuário, na Praia da Penha.

A Festa e a Romaria de Nossa Senhora da Penha completou 253 anos este ano e teve como tema: “Maria, Mãe da Misericórdia, ajuda-nos a buscar a conversão e cuidar da casa comum”.

Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraíbaonline

Como em todos os anos, trios elétricos animaram os romeiros ao longo dos 14 quilômetros até o santuário localizado no litoral norte da Capital. Durante o percurso, são entoados hinos em louvar a Santa e feitas muitas preces e orações.

A procissão para muitos católicos é um momento de demonstração de fé e de agradecimento as graças alcançadas por intercessão de Nossa Senhora.

Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraíbaonline

Muitos deles carregam objetos em miniaturas das graças que obtiveram através da fé em Nossa Senhora como uma casa, velas, terços, cruz, porta-retratos de pessoas que foram curados de suas enfermidades e outras participando da caminhada trajando as cores das vestes de Nossa Senhora como pagamento de suas promessas,

“A Romaria da Penha é uma experiência de fé, um profundo momento de oração de encontro pessoal com Deus e com seu Filho que nos alcança pela sua misericórdia. A Romaria não é um espetáculo da fé, um carnaval ou uma espécie de ‘micareta católica’, como alguns pensam. A Romaria da Penha é como Maria: embora sendo grande, reveste-se da humildade do povo de Deus”, explicam os organizadores.

Foto: Paraíbaonline

Foto: Paraíbaonline

A maior procissão de fé do Estado tem início em frente à igreja de Nossa Senhora Lourdes, localizada no Centro da Cidade.

Ela era a Igreja Matriz da Paróquia da qual o Santuário da Penha fazia parte. Hoje o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Altiplano Cabo Branco.

FONTE: Da Redação de João Pessoa*

Veja também

Comentários