...

Campina Grande - PB

Ministro que pediu demissão acusa ´homem forte´ do Governo Temer

19/11/2016

Brasília 09-06-2016  O ministro Marcelo Calero se reúne com representantes da Associação dos Servidores do MinC e com o secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Sérgio Ronaldo da Silva. É a primeira reunião formal entre o novo ministro e os representantes dos servidores, que farão a apresentação de seus pleitos.

Foto: Acácio Pinheiro/Minc

O ministro demissionário Marcelo Calero (Cultura) acusa o ex-colega Geddel Vieira Lima (Governo) de pressioná-lo a produzir parecer técnico favorável a seus interesses pessoais, destaca neste sábado o jornal Folha de São Paulo.

Calero (foto) disse que o articulador político do governo Temer (PMDB) o procurou para que o Iphan, órgão subordinado à Cultura, aprovasse projeto imobiliário perto de área tombada em Salvador, base política de Geddel.

De acordo com Calero – o quinto ministro a deixar o cargo desde que Temer assumiu a Presidência há seis meses, no lugar de Dilma Rousseff —, Geddel o contatou por telefone ou pessoalmente ao menos cinco vezes.

Geddel afirmou, segundo o agora ex-ministro, ter apartamento no empreendimento que dependia de aval federal para sair do papel. Calero disse que Geddel foi assertivo no contato, mas que ele tergiversou e não cedeu.

“Entendi que tinha contrariado de maneira contundente um interesse máximo de um dos homens fortes do governo”, afirmou Calero.

* fonte:uol

FONTE: Da Redação*

Veja também

Comentários