...

Campina Grande - PB

Mês de novembro registra movimentação intensa de cargas no Porto de Cabedelo

26/11/2016

cabedelo1

fotos: Secom/PB

O Porto de Cabedelo está com movimentação ininterrupta. Dezenas de trabalhadores portuários estão atuando em duas operações: uma de embarque e outra de desembarque.

Nesta sexta-feira (25), o navio SCL Anita atracou no Porto de Cabedelo para embarcar para a Itália aproximadamente 9 mil toneladas de granito em bloco.

O produto é extraído na região de Santa Luzia, Sertão paraibano. Já o navio ELM K, atracou na quinta-feira (24) procedente da Argentina com 13 mil toneladas de trigo para abastecer as indústrias da Paraíba.

Neste mês de novembro, atracaram no Porto de Cabedelo sete navios e outros quatro estão programados para atracar. O navio Nord Farer, de bandeira das Ilhas Marshall, atracou na segunda-feira (21) e trouxe de Pernambuco 7 mil toneladas de derivados de petróleo.

O Federal Tiber, também de bandeira das Ilhas Marshall, atracou no cais do porto na semana passada com 19.100 toneladas de petcok, cuja carga veio dos Estados Unidos. Outro navio, o Torm San Jacinto, de bandeira dinamarquesa, atracou no dia 14, com 14 mil toneladas de gasolina.

cabedelp

Desde o início do mês, o Porto de Cabedelo vem registrando uma movimentação que ultrapassa 60 mil toneladas de cargas, como granéis líquidos, sólidos e cargas gerais. O navio Global Andes atracou no dia 3 com uma carga de coque.

No dia 6, o navio Nord Observer, de bandeira liberiana, atracou no cais com 5,2 mil toneladas de Diesel S-10. O produto veio de Houston-Texas (EUA). Já o navio Nord Farer, também chegou ao porto no dia 7, procedente de Guamaré-RN, com 10 mil toneladas de gasolina e diesel.

“A movimentação intensa de navios no Porto de Cabedelo significa geração de receita para o Estado da Paraíba, bem como renda para todos aqueles que estão envolvidos na operação portuária. Nossa expectativa é de que essa movimentação perdure também no mês de dezembro, fazendo com que finalizemos o ano com um saldo positivo”,  ressaltou a diretora presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo.

FONTE: Da Redação com Secom/PB

Veja também

Comentários