...

Campina Grande - PB

Mães de bebês com Síndrome Congênita do Vírus Zika farão fisioterapia em casa

18/11/2016

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

As mães de bebês com Síndrome Congênita do Vírus Zika receberam na quinta-feira, 17, um kit com objetos para estimulação sensorial das crianças.

A entrega aconteceu no Clube Campestre, em Campina Grande, e faz parte do projeto Redes de Inclusão, idealizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, em conjunto com diversos parceiros, entre eles, a Prefeitura Municipal de Campina Grande.

As famílias receberam os objetos que têm o objetivo de estimular os sentidos, o desenvolvimento motor e cognitivo das crianças. São copos, bolas, lanterna, tapete, rolo, esponja, chocalho, pulseira, móbile e placas com listras que foram confeccionados com material reciclável.

 A elaboração desse kit vem sendo discutida há vários meses pelos integrantes do Redes de Inclusão, e o material deve ser utilizado também em outras partes do país. As mães receberam dicas de como utilizar os itens para favorecer os avanços da fisioterapia.

“O Ambulatório Especializado do Hospital Pedro I atende 22 crianças, mas nós sabemos que quando há estimulação precoce em casa os resultados são mais significativos do que apenas com o tratamento na unidade. Por isso, esse kit é tão importante para eles”, disse a Secretária Municipal de Saúde, Luzia Pinto.

 A Secretaria de Saúde já havia realizado oficina para ensinar as mães a confeccionarem alguns objetos e também capacitação para elas desenvolverem atividades de fisioterapia em casa.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

Na quinta-feira houve uma reunião para estabelecer o Comitê Intersetorial do Redes de Inclusão, que seguirá definindo novas estratégias de ação para assistência e acompanhamento aos bebês com a Síndrome.

Fazem parte do Comitê representantes das secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social de Campina Grande, membros do Unicef e do Ministério da Saúde e representantes das mães dos bebês.

Na sexta-feira, 18, os componentes iniciaram em Campina Grande as discussões sobre a elaboração de um guia sobre procedimentos que devem ser adotados pelos familiares com as crianças em casa para ser distribuído em todo o país.

FONTE: Codecom/CG

Veja também

Comentários