...

Campina Grande - PB

Ludgério defende a Cagepa e diz que órgão jamais enganaria a população

01/12/2016

 

Nessa quarta-feira (30) a pesquisadora Mônica Lopes, do Instituto Butantan, revelou que está observando os efeitos da água de alguns mananciais paraibanos, incluindo o Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão.

Ela destacou que muitas das águas testadas estão causando morte e anomalias nos peixes, que, segundo ela, têm genes que se assemelham à espécie humana.

Sobre as águas do Açude de Boqueirão, a pesquisadora afirmou ter encontrado um ‘coquetel de toxinas’.

O chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Manoel Ludgério (PSD), afirmou que a Cagepa é um órgão de muita responsabilidade e jamais estaria enganando a população.

manoel_ludgerio3

Foto: Paraíbaonline

– Eu prefiro ficar com as informações que tenho ouvido pela imprensa, em que já tive oportunidade de ouvir pessoalmente do meu amigo e gerente regional da Cagepa de Campina Grande, Ronaldo Menezes. O que eles tem dito é que a Cagepa está mantendo o controle sobre qualquer micro-organismo que se desenvolva ali e que venha trazer prejuízo à população não apenas de Campina, mas de todas as cidades que consomem água do Açude Epitácio Pessoa. Eu reputo a Cagepa como órgão de muita responsabilidade e que jamais iria estar enganando uma população. Eu prefiro ficar com a informação da Cagepa, no sentido de que a água continua com condições de consumo por parte da população – concluiu.

As informações foram veiculadas na Rádio Caturité AM.

FONTE: Da Redação

Veja também

Comentários