...

Campina Grande - PB

I Fórum de Pacificação Social discute combate à violência na Paraíba

17/11/2016

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Autoridades e representantes da sociedade civil debateram medidas para combater a violência e reduzir a criminalidade na Paraíba.

A discussão aconteceu, nesta quinta-feira (17), durante o I Fórum de Pacificação Social, realizado no Hotel Manaíra em João Pessoa. O evento teve a finalidade de trocar experiências, formar parcerias e sugerir ideias que possam contribuir com o Sistema de Segurança Pública.

Representantes do Poder Judiciário, Executivo e Legislativo, além de empresários e profissionais liberais estiveram presentes no encontro e puderam contribuir com estratégias que podem diminuir os índices da violência no estado.

Ficou definida a formação de uma comissão para dar continuidade ao trabalho discutido, com o objetivo de efetivar algumas práticas que devem ser encontradas a partir do Fórum. As pessoas também vão poder sugerir formas de combate através de opiniões que poderão ser trocadas através do Aplicativo Whatsap.

O encontro foi coordenado pelo deputado estadual Raoni Mendes (DEM), em conjunto com o escritório Mouzalas, Borba e Azevedo.

“Esse debate significou o primeiro passo da integração da sociedade com o Sistema de Segurança Publica. Juntos, nós tivemos a oportunidade de debater possibilidades para combater a violência no nosso estado e também de definir formas para que a população possa contribuir com a Segurança”, destacou o parlamentar.

A advogada Tatiana Amaral, coordenadora do projeto, explicou que foi uma discussão inédita criada com uma união das forças que o geraram. “Estamos vivendo uma epidemia de violência onde as pessoas estão assustadas. Nós não podemos nos acostumar com isso. Queremos buscar a união reunindo pessoas com grande potencial de colaboração”, disse a coordenadora.

Os participantes puderam participar de uma palestra com o promotor e ex-secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça. Na ocasião, ele contou a evidência do que conseguiu realizar, no período em que foi secretário no estado de Alagoas, para reduzir a violência nos municípios.

“Precisamos de uma política de endurecimento para saber que quem cometer um crime irá preso, o policial saber que seu trabalho está valendo a pena, a caneta do juiz, do promotor do advogado ter valor”, explicou.

FONTE: Da Redação com Ascom

Veja também

Comentários