...

Campina Grande - PB

Guilherme Almeida: A gente se preocupa com o colapso iminente de água em Campina

18/11/2016

O deputado estadual Guilherme Almeida (PSC) comentou sobre sua atuação na Assembleia Legislativa e citou que a questão hídrica e o abastecimento em Campina Grande e região tem sido seu foco de discussão.

Ele afirmou que tem cobrado ações por parte do governo federal e do governo estadual e disse que esteve in loco acompanhando as obras da transposição do Rio São Francisco.

– Fomos a Brasília, fomos escutar do Ministério da Integração qual a expectativa do cenário da transposição em termos de cronograma e lá escutamos o depoimento e em seguida promovemos uma visita in loco – explicou.

guilherme1

Foto: Paraibaonline

Guilherme destacou que o que foi dito em Brasília é que as obras da transposição ficariam prontas até o mês de dezembro, levando mais três meses para a retirada da água de Itaparica.

Ele também disse que, em sua visão de engenheiro, as obras da transposição precisam de mais de trinta dias para ficarem prontas e que considera que sessenta dias ainda seria pouco para concluir o trabalho.

– Em engenharia, trinta dias no meu entendimento não são suficientes para isso acontecer e, mesmo acontecendo, a operacionalidade desse processo não vai otimizar a chegada de água em apenas três meses. Por isso, a gente se preocupa com o colapso iminente em Campina Grande – frisou.

Guilherme apontou que realizou uma sessão especial na Assembleia envolvendo o presidente da Aesa, João Fernandes, o secretário de Recursos Hídricos do Estado, João Azevedo, e outras autoridades para debater o assunto e o que foi assumido é que o Estado não tem plano B para a contenção do caos no abastecimento.

– O próprio secretário João Azevedo confessou que não tem plano – enfatizou.

*As informações foram concedidas em entrevista à Rádio Caturité AM.

FONTE: Da Redação*

Veja também

Comentários