...

Campina Grande - PB

Gases tóxicos podem ter matado as quatro pessoas em poço, no Cariri

13/01/2017 às 14:21

Fonte: Da Redação

Informações preliminares apontam que a causa da morte das quatro pessoas que tentavam fazer a limpeza em um poço artesiano no sítio Riacho Fundo, zona rural de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano, foi uma contaminação por gases tóxicos.

Segundo a Secretária de Saúde de Barra de São Miguel, Suênia Costa, a principal suspeita é que a água estivesse contaminada com esses gases.

“Não temos a confirmação da causa da morte das vítimas, desse fato trágico que ocorreu em Riacho Fundo. Nossa equipe de saúde foi mobilizada para prestar o atendimento aos familiares e quem ajudou na retirada dos corpos foram os Bombeiros e, segundo eles, o que pode ter causado estes óbitos seria a presença de gases tóxicos no local, levando a asfixia das vítimas. No entanto, ainda estamos esperando o laudo de confirmação o IML e nos colocamos a disposição de todos os familiares das vítimas”.

Foto: Reprodução/TVPB

O poço tem por volta de dez metros de profundidade e uma quinta vítima foi encontrada e socorrida para o Hospital de Trauma em Campina Grande. Seu estado de saúde é considerado estável.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um dos sobreviventes informou que estavam no local, se sentiram tontos e com ressecamento das vias aéreas.

O prefeito de Barra de São Miguel, João Batista, vai decretar luto no município e garantiu o apoio à família das vítimas.

As declarações foram repercutidas no Jornal Integração.

Veja também

Comentários