...

Campina Grande - PB

Diretor do Sitrans diz que prefeito agora é irrelevante no reajuste de passagens 

13/01/2017 às 11:30

Fonte: Da Redação

Sobre a questão do reajuste de passagens de ônibus na cidade, que atualmente é de R$ 2,75, o diretor do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Campina Grande (Sitrans), Anchieta Bernadino, declarou que agora, após decisão judicial, a figura do prefeito é irrelevante na definição de uma nova tarifa.

Tradicionalmente, o conselho tarifário se reunia para estudar e indicar um novo valor e a decisão era homologada pelo prefeito. Bernadino explicou como vai acontecer o processo a partir de agora.

Foto: Paraibaonline

– Quem aprova a tarifa é o conselho, o prefeito pode discordar do valor apresentado, mas a Prefeitura terá que pagar subsídio – afirmou.

O Sitrans, inclusive, entrou na Justiça e cobra um valor de mais de R$ 5 milhões pelas vezes em que a tarifa foi aprovada pelo conselho e redefinida pelo prefeito em exercício.

– A prática disso era muito grande, mas não tiveram o cuidado em ler a legislação. Como o sistema (Sitrans) foi vítima, tivemos muito cuidado em ler. Fomos à Justiça pedir em juízo o valor da diferença aprovada. Por exemplo, no reajuste passado o Conselho aprovou R$ 2,90, mas o prefeito assinou como R$ 2,75.

O representante do Sitrans acredita que a Prefeitura será condenada a pagar os valores requisitados.

O novo valor para a tarifa de ônibus em Campina Grande ainda não foi oficialmente apresentado, mas, segundo informações do diretor da STTP, Félix Neto, poderá girar em torno de R$ 3,00.

As informações foram repercutidas na rádio Campina FM.

Veja também

Comentários