...

Campina Grande - PB

Deputados enaltecem extensionista rural no fortalecimento da agricultura familiar

17/11/2016

Numa sessão especial que contou com a participação de deputados estaduais, técnicos e agricultores assessorados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), procedentes de várias partes do Estado, a Assembleia Legislativa prestou homenagem aos extensionistas rurais, na tarde dessa quarta-feira (16), por ocasião do Dia Nacional do Extensionista Rural.

alpb1

Foto: Secom/PB

A iniciativa foi do deputado Buba Germano, que contou com o apoio de parlamentares, e serviu para que eles tomassem conhecimento dos trabalhos desenvolvidos visando o fortalecimento da agricultura familiar na Paraíba.

Na ocasião, o diretor técnico da Emater, Vlaminck Paiva Saraiva, representando o presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, falou sobre a Assistência Técnica e Extensão Rural – Ater e as políticas públicas em favor da agricultura familiar.

Apresentando números, ele revelou que em seis anos, que corresponde exatamente ao período da gestão do governador Ricardo Coutinho, por meio da extensão rural, foram aplicados na Paraíba mais de R$ 663 milhões no atendimento de 224 mil familiares de agricultores nas diversas ações de política pública voltada para o setor.

Autor da propositura, o deputado Buba Germano lembrou que é de sua autoria uma emenda que garantiu a aquisição de produtos da agricultura familiar, chegando a R$ 18 milhões no ano passado, que passaram a circular nos municípios. Destacou a importância do extensionista rural para o fortalecimento do setor produtivo e lembrou que a unificação da gestão administrativa da Emepa, Interpa e Emater é reconhecida pelos agricultores, por agilizar a execução das ações.

Esse mesmo ponto de vista foi compartilhado pelo secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro, acrescentando que estes profissionais se preocupam em levar as pesquisas e as políticas públicas ao campo. Quem também falou, durante a sessão especial, foram os deputados Branco Mendes e Estela Bezerra, ambos destacando o papel dos técnicos que lidam junto ao homem do campo.

alpb2

Foto: Secom/PB

“Há uma grande capilaridade no setor e a presença do extensionista rural junto ao homem do campo é fundamental para fortalecer este setor”, comentou a deputada Estela.

O deputado João Gonçalves também participou do evento.

Na sessão especial, que teve a participação de técnicos da Gestão Unificada de várias regiões do Estado, todos os chefes dos escritórios regionais, alguns comentando acerca de suas atividades, a exemplo de Elizia Paulino e Maria Livramento Miranda, que deram depoimentos emocionantes.

Teve também a presença de agricultores assistidos pela Emater,, que foram representados pela agricultora familiar Maria de Lourdes, do município do Conde, que disse que a vida de sua família mudou substancialmente após começar a receber a orientação dos extensionistas da Emater.

Dirigentes de órgãos ligados ao setor agropecuário, que trabalham na aquisição de terra, pesquisas e extensão estiveram presentes ao evento. O diretor técnico da Emepa, Manuel Duré; o diretor técnico do Interpa, Francisco Elias; o diretor administrativo da Gestão Unificada, Jean Queiroga; e, também, o coordenador de Operações da Emater, Alexandre Alfredo, além do coordenador do Cooperar, Roberto Vidal, e o representante da Embrapa, Waltenilson Cartaxo; e o presidente do Sinavez, Odnilson Alves de Aguiar, entre outros.

Na Paraíba, a extensão rural tem mais de 60 anos sempre ao lado do agricultor familiar. Criada com o nome de Ancar, inicialmente foram instalados escritórios em quatro cidades, Alagoa Grande, Guarabira, Serraria e Caiçara, tendo a gerência central na cidade de Recife, dedicando-se ao fortalecimento da agropecuária.

Presente em todos os municípios paraibanos, na atual administração estadual, todos três órgãos que cuidam da aquisição de terra, da pesquisa e da extensão rural – Interpa, Emepa e Emater – passaram a integrar a Gestão Unificada, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), visando unificar as ações e agilização na tomada de decisões.

FONTE: Secom/PB

Veja também

Comentários