...

Campina Grande - PB

Deputado paraibano declara ser contra anistia ao caixa 2

28/11/2016

O deputado federal Efraim Filho (DEM) declarou ser favorável às 10 Medidas contra a Corrupção e contra a anistia ao caixa 2, que é a contribuição que entra na campanha dos candidatos, mas não é declarada formalmente à Justiça Eleitoral.

Segundo ele, é preciso combater a corrupção e a impunidade no Brasil.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– Para combater a corrupção e impunidade é essencial votar a favor das 10 Medidas, combater a anistia aos crimes políticos, por exemplo, que foram cometidos na Petrobras e levaram ao impeachment da presidente Dilma e várias prisões de outros políticos. São crimes que a Operação Lava Jato hoje continua investigando e não é possível que tenhamos qualquer atitude que vá inviabilizar a continuidade dessas investigações – disse.

O parlamentar lamentou o fato de o deputado federal que é relator da comissão especial que analisa um conjunto de medidas de combate à corrupção, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ter sido vaiado em plenário durante sessão realizada na última quinta-feira (24) na Câmara dos Deputados.

– É uma pena, é lamentável! O Democratas tem muito orgulho do deputado Onyx. Para nós tê-lo como sendo um dos nossos parceiros, como membro da nossa bancada mostra essa linha que o Democratas pretende seguir, a linha do relatório do deputado Onyx. Eu acredito que é essencial que nós consigamos fazer o convencimento dos demais partidos para que possam seguir junto com as ideias que o relator, deputado Onyx, representa – destacou.

Entretanto, Efraim frisou que o projeto deve ser discutido e acredita que deve ser votado com a participação da sociedade apenas quando estiver “maduro”.

– Se já tivermos capacidade para votar na semana que vem, que já seja feito na semana que vem. Se tiver que discutir um pouco mais, vamos seguir discutindo. Mas, tudo isso tem que ter uma decisão conjunta tomada com a sociedade, com as instituições e o parlamento – concluiu.

*As informações foram veiculadas na Rádio Campina FM.

FONTE: Da Redação*

Veja também

Comentários