...

Campina Grande - PB

Comércio entre Brasil e Índia pode triplicar em poucos anos, diz ministro

16/10/2016 às 11:37

Fonte: Portal Brasil

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, defendeu neste sábado (15) um estreitamento das relações do Brasil com a Índia e afirmou que, com diálogo, será possível fechar acordos de facilitação de comércio que permitam até triplicar o intercâmbio de trocas entre os países.

“É um comércio que pode ser muito maior do que tem sido, com um potencial enorme, e que pode ser duplicado, até triplicado ao longo dos anos”, disse Serra, mencionando dados do intercâmbio comercial entre Brasil e Índia, que recuou a US$ 7,9 bilhões em 2015, após atingir volume recorde de US$ 11,42 bilhões em 2014.

Serra integra a comitiva brasileira, liderada pelo presidente Michel Temer, durante viagem a Goa, menor estado ao sul da Índia. Antiga colônia portuguesa na Ásia, o local abriga neste fim de semana a cúpula de líderes de chefes de Estado e de governo dos Brics, grupo que reúne as maiores economias emergentes do mundo, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Em rápida conversa com jornalistas brasileiros na manhã deste sábado (15), Serra mencionou a intenção do Brasil em ampliar as relações com a India. País com 1,3 bilhão de habitantes e uma das economias que mais crescem mesmo durante o período de desaceleração da atividade global, a Índia tem o Brasil como principal parceiro comercial da Índia na América Latina

serraFoto: Beto Barata/PR

“Com a Índia, (nós esperamos ter) um estreitamento comercial, de investimentos, de cooperação, de maior aproximação econômica. É um país imenso, que tem um potencial imenso de importação, de investimentos. É algo que interessa muito ao Brasil até pela proximidade política no campo internacional”, disse o ministro das Relações Exteriores.

Durante a chegada ao hotel onde se hospedará o presidente Temer em Goa, na manhã deste sábado, Serra mencionou a jornalistas a intenção do governo brasileiro em buscar, durante os debates de cúpula dos Brics, acordos de facilitação de trâmites comerciais em áreas como investimentos e liberações de licenças medicas.

“Já tem até um acordo de cooperação engatilhado entre a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e a Anvisa indiana, e acredito que nossa capacidade de avançar com a Índia e os outros (países do Brics) é muito grande”, disse o ministro das Relações Exteriores, mencionando que o governo brasileiro também busca avançar nas discussões com a Índia em questões como a facilitação do intercâmbio de bens agrícolas.

“A Índia tem um grande potencial para investimentos agrícolas em matéria de alimentos processos, refrigeração e de importação em si mesmo. É uma boa área para o Brasil, para vender e para investir”, reforçou Serra.

Veja também

Comentários