...

Campina Grande - PB

Comandante fala da insegurança e diz que legisladores devem respeitar brasileiros

13/01/2017 às 9:45

Fonte: Da Redação

O comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Campina Grande, major Gilberto Felipe, frisou durante entrevista concedida a um programa radiofônico, na tarde desta quinta-feira (12), do trabalho do policial ser realizado e posteriormente desfeito.

 Segundo o major, o Brasil entra em uma dicotomia contraditória pelo fato de cidadãos de bens serem desarmados. Por outro lado, a população alega que nada é feito para desarmar criminosos.

Foto: Ascom

– Temos que ter uma demonstração de respeito por parte dos nossos legisladores. É hora de se respeitar mais o cidadão brasileiro. Essa cobrança vai para o Legislativo Federal que é nossa maior casa legislativa,  o Congresso, e que tem o poder de mando de fazer uma legislação. Que faça o delinquente presumir que não pense o cometimento de crime – disse.

Felipe disse que o Brasil deve ser uma sociedade sadia e afirma que a legislação, quando surge, tem o objetivo de beneficiar o delinquente.

O comandante do 2º BPM comentou, ainda,  sobre o tráfico de drogas destacando que a impunidade aos usuários dos entorpecentes favorece para o aumento do tráfico.

– Agora mesmo o tráfico está com sua força total em termo de Brasil porque entenderam que o alvo não é o consumidor, o consumidor é o “coitadinho”. Ora, todo mundo sabe que um produto só tem aceitação pelo número proporcional que aumenta de consumidores. No momento em que o país começou entender que não deveria punir o consumidor, aumentou ainda mais o número de consumidores e fortaleceu o tráfico – comentou.

As informações foram veiculadas na Rádio Caturité AM.

Veja também

Comentários